Adeus Firefox

Eu adiei essa decisão porque sabia que ia ser doloroso. Mas não teve jeito, após mais de 6 anos usando o Mozilla/Firefox, estou abandonando esse companheiro das antigas  e bandeando para o lado o Chrome. Entretanto, ninguém pode dizer que não fui um amigo fiel. Durante todos esses anos, fui um defensor fervoroso do Firefox. Sempre que podia indicava o programa para um amigo ou um cliente. Usei e me encantei com sua extensões. Amava suas ferramentas. No entanto, esse relacionamento está acabando. E por quê? Poradeus firefox 300x222 Adeus Firefoxque um novo competidor entrou na parada e não deu chance para a raposa de fogo. Esse concorrente feroz se chama Chrome, e veio com a carteirada do Google, do qual também sou fã.

No início, achei que nenhum navegador poderia inovar mais e ultrapassar o Firefox. Afinal, como o Chrome conseguiria se atualizar mais rápido, possuir mais extensões, ser mais veloz, possuir um layout mais moderno ergonômico ou se adaptar melhor as novas linguagens de programação que estavam por surgir, sendo que o Firefox já fazia isso tão bem? Entretanto, o mundo inteiro sabe que isso não só era possível, como aconteceu.

O Google usou toda a sua força para destacar o Chrome. Até propaganda na televisão eles fizeram! E o que dizer daquela chamada que vemos ao entrar no famoso buscador que sugere um navegador melhor e mais rápido?linguagens de programação que estavam por surgir, sendo que o Firefox já fazia isso tão bem? Entretanto, o mundo inteiro sabe que isso não só era possível, como aconteceu.Entretanto devo confessar que o primeiro motivo que me fez pensar em ao menos testar o Chrome não foi nenhum dos seus tão falados atributos, mas uma falha no Firefox que começou a me incomodar. É bem conhecido de todos que há algum tempo a raposa vem

enfrentando um problema com o excesso de memória consumida ao utilizar o programa. Há alguns casos que o limite suportável é ultrapassado. E quando isso é o principal motivo de travar o pc ou deixa-lo lento, tem-se um problema sério. No meu caso, que uso um computador com uma configuração mais fraca, já estava me incomodando bastante. E é como aquele velho ditado antigo: “se um navegador não está legal, mude para o concorrente!”.

Enfim, o mercado da internet segue inovando e se reinventando constantemente, e devemos nos adaptar a ele. Caso contrário, podemos nos tornar amanhã, o “tiozinho que usar Internet Explorer 6” de hoje.

Grande abraço e até o próximo post.

Sobre Lucas Teixeira
Empreendedor e amante da internet, ha cinco anos trabalha com desenvolvimento de websites e lojas virtuais. Diretor da Redline Websites.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>